Experiências mostram que plantas são inteligentes, conseguem perceber o ambiente, descobrir intenções, tomar decisões, lembrar de eventos passados, aprender e trocar informações entre si.

Muitas pessoas têm varias plantas em casa e as vezes gostam de conversar com elas e tratá-las como se fossem animais de estimação. Isso as vezes pode até parecer um pouco de loucura para alguns, mas a ciência está cada vez mais provando que essa relação não tem nada de loucura e mostrando um lado surpreendente das plantas.

As plantas parecem perceber intenções ocultas no cérebro humano e podem até perceber graves agressões ( como tentativa de assassinato, tentativa de suicídio…)  e mortes mesmo se estiver acontecendo no ambiente ao lado. É disso que trata o livro A Vida Secreta das Plantas de Peter Tompkins e Christopher Bird que conta novas revelações sobre os vegetais.

Os Xamãs da pré-história já sabiam que mesmo aparentemente paradas e inconscientes as plantas tem uma vida secreta com muitas percepções e atividades. Depois deles esse conhecimento foi ligado a visionários e misticos o que acabou silenciando o tema perante a ciência.

Foi assim até que em 1966 Cleve Backster casualmente teve a idéia de colocar eletrodos de detectores de mentira em uma dracena (planta tropical) por curiosidade, já que suspeitava que as plantas reagissem a agressões.

Porém ele descobriu muito mais do que ele imaginava, viu que simplesmente as idéias de agressões afetavam tanto a planta que faziam saltos violentos nos gráficos gerados pelo aparelho.

E ele também descobriu que a planta conseguia distinguir entre ameaças reais ou simplesmente simulações de ameaças, testando com um fósforo e pensando que realmente queria queimar a planta.

Depois houve outra experiência surpreendente na universidade de Gant na Bélgica. Usando imagens de infravermelho eles descobriram que quando o tabaco era contaminado por certos tipos de vírus ele reagia com uma espécie de febre, que aumentava a temperatura em 0,4ºC oito horas antes dos vírus se manifestarem, algo próximo do que acontece no corpo humano.

Cientistas da Polônia colocaram uma planta de uma espécie parente da mostarda num ambiente escuro e depois projetaram um feixe de luz sobre uma folha. Eles descobriram que essa folha tinha capacidade de enviar instruções para as outras que imediatamente começavam a se preparar para receber luz.

Outras experiências mostraram que plantas também são capazes de lembrar por até 4 dias a última vez que receberam luz, e até a tonalidade exata dessa luz. Os cientistas supõem que essa informação sirva para saber em que época do ano a planta está, ajudando ela a se preparar para problemas típicos de cada estação.

Já em 2007 cientistas holandeses descobriram que uma espécie de trevo alerta uns aos outros sobre a presença de lagartas parasitas, deixando as folhas mais duras e menos apetitosas.

Além de tudo isso se comprovou que raízes em crescimento procuram pelas partes do solo menos ocupadas e não chegam muito perto das raízes de outras plantas. Que plantas conseguem prever com antecedência seus recursos futuros com uma pesquisa laboratorial que mostrou que plantas sincronizam seu crescimento com a época em que já aprenderam que haverá bastante água, e um tipo de arbusto norte americano prevê com até 2 anos de antecedência a melhor forma de se desenvolver e se reproduzir. E também foi visto que uma trepadeira que suga nutrientes de outras plantas verifica a relação entre quantos nutrientes vai conseguir e quantas vezes terá que se enrolar na planta para conseguir seus nutrientes (ganha de energia e gasto de energia).

Com essas pesquisas estamos redescobrindo as plantas com coisas que antes pensávamos como inimagináveis e vendo que a vida inteligente não precisa ser como estamos acostumados, com um cérebro e um sistema nervoso a parte, ou seja, está sendo gerada uma pequena revolução na ciência.

Anúncios

Comentários em: "Inteligência das Plantas" (1)

  1. […] A Inteligência das Plantas […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: